14/04/2019 - CINCO ANOS APÓS SUA ESTREIA, O TATA BOLT DEIXA DE SER PRODUZIDO NA ÍNDIA

Muitas marcas têm dificuldade em acompanhar o ritmo da Maruti-Suzuki, líder indiscutível no mercado indiano há muitos anos. Embora alguns fabricantes abandonem esse mercado após verem suas vendas não decolar, também há marcas locais que veem seus modelos fracassarem, com vendas que nunca atingem os objetivos previstos.

Isso foi o que ocorreu com a TATA e o seu Bolt, um carro lançado ao mercado há apenas cinco anos, mas que nunca conseguiu conquistar o público local.

A TATA Motors apresentou a dupla Bolt/Zest em fevereiro de 2014, com carrocerias hatchback e sedan, respectivamente. Os carros foram projetados nos estúdios da marca na Índia, Reino Unido e Itália, já que o fabricante indiano tinha a intenção de levar esses veículos a outros mercados mundiais.

No entanto, após cinco anos a expansão internacional dos TATA Bolt e TATA Zest nunca foi realizada e as vendas locais jamais atingiram as estimativas previstas. Aliás, as vendas do Bolt foram as mais baixas de sua história durante o último mês de março, com apenas 30 unidades entregues a novos proprietários.

A TATA decidiu finalmente encerrar a produção do Bolt, um carro que utilizava a antiga plataforma X1 da marca indiana e contava com a linguagem de design que na época o fabricante denominava ‘DesignNext’.

Certamente o Bolt parecia bastante antiquado em relação às mais recentes criações da marca, e a verdade é que em breve chegará ao mercado o novo TATA Altroz, que estará situado acima do TATA Tiago.

Os modelos mais recentes recorrem à nova arquitetura ALFA e utilizam a linguagem de design ‘Impact 2.0’, que dá forma aos modelos mais novos da TATA.