14/05/2019 - O ASTON MARTIN RAPIDE E ESTREOU EM GRANDE ESTILO NO ePRIX DE MÔNACO

No último sábado, dia 11 de maio, antes que os monolugares da Fórmula E começassem a rodar no ePrix de Mônaco, houve uma estreia glamorosa e ao mesmo tempo ecológica, como merecia semelhante evento: o do Aston Martin Rapide E.

Depois de sua apresentação mundial, celebrada no Salão de Shanghai - na China, o primeiro Aston Martin elétrico da história reapareceu em Mônaco para apresentar-se pela primeira vez rodando, e em um bom ritmo. Saiu para a pista instantes antes da largada da corrida. Neste mítico traçado urbano, o piloto Darren Turner, três vezes campeão das 24 Horas de Le Mans, foi o encarregado de demonstrar a todos os presentes a rapidez que pode chegar este esportivo de emissões zero, inclusive em um traçado tão exigente como Monte Carlo.

Após a exibição de Turner no comando do Rapide E, na Aston Martin era claro. “Não decepcionou, nosso carro mostrou suas credenciais no circuito”, assinalou a marca em um comunicado. Com dois motores elétricos dispostos sobre ambos os eixos e com uma potência total de 612 cv e 950 Nm de torque máximo, este gran coupe de quatro portas acelera de 0 a 100 em 4.2 segundos e alcança uma velocidade máxima de 250 km/h, autolimitada. Mas nada como ver um modelo elétrico de alto desempenho sobre uma pista tão especial como a de Mônaco.

Para Darren Turner, o momento também foi único. “Hoje sinto que participei de um verdadeiro marco na história desta empresa e para mim ser a primeira pessoa a conduzir publicamente um Aston Martin completamente elétrico é uma honra absoluta, particularmente aqui em Mônaco”, disse o piloto.

A Aston Martin fabricará somente 155 unidades do Rapide E, e o fará em suas modernas instalações de St Athan, no País de Gales, a partir do último trimestre deste ano. Embora a marca britânica já esteja aceitando pedidos deste modelo, os primeiros exemplares não chegarão às mãos de seus clientes antes de 2020.

Confira as Fotos