2018 - ARIEL ATOM 4

Embora não pareça, o novo Ariel Atom 4 não é uma mera evolução do seu antecessor, pois não compartilha elementos com o modelo anterior, embora à primeira vista seja extremamente parecido ao primeiro modelo da série. Da mesma maneira, parece incrível que esta já seja a quarta geração do esportivo britânico, pois salvo as versões mais radicais, é muito difícil distinguir as diferentes gerações e versões do modelo.

Segundo revelou a marca britânica em seu comunicado oficial, esta quarta geração mantém somente a tampa do tanque de combustível, os pedais de freio e a embreagem de seu antecessor, o resto é tudo novo, desde o chassi até o esquema de suspensão e freios, inclusive seu estudo aerodinâmico, já que agora, conseguiu melhorar o fluxo de ar sobre o veículo, melhorando sua resistência e aumentando a carga aerodinâmica.

O motor é outra das novidades, pois embora continue sendo um quatro cilindros da Honda, agora o bloco que é montado na parte traseira do chassi tubular do Atom é o mesmo que se encontra debaixo do capô do Honda Civic Type-R, o bloco de 2.0 litros sobrealimentado que desenvolve 320 cv e está acoplado a uma transmissão manual de seis velocidades em ambos os modelos, embora o britânico conte com uma ECU própria.

Embora essa potência seja ligeiramente inferior às versões mais potentes das gerações anteriores do modelo, como o Atom 3.5R de 350 cv e o selvagem Atom V8 de 500 cv, o novo Atom 4 melhora o desempenho do modelo base, com uma aceleração anunciada de 2.8 segundos para completar o sprint de 0 a 100 km/h e uma velocidade máxima de 261 km/h.

Isso se deve em parte ao novo rendimento aerodinâmico e provavelmente ao novo peso, que não foi declarado ainda, mas se estima que seja menor, pois o novo modelo conta com mais presença de fibra de carbono, incluindo as novas rodas de 16 e 17 polegadas, que são fabricadas nesse material. O novo Atom 4 herda muitos elementos de seus antecessores, como é o caso dos sistemas de controle de tração e o Launch Control, que procedem do Atom V8 de 500 cv.

O preço dessa nova geração no Reino Unido será de 39.975 libras esterlinas e as primeiras unidades serão entregues durante o primeiro semestre de 2019. Como seus antecessores, também será fabricado sob licença nos Estados Unidos pela TMI em Boston. Estas unidades serão destinadas aos mercados desse continente e contarão com as mesmas especificações mecânicas da versão britânica.