2021 - BMW 5 SERIES ALPINA B5 & D5 S

Uma vez que a BMW decidiu atualizar o Série 5 há poucas semanas, a Alpina aproveitou a ocasião para mostrar ao público suas últimas criações. Trata-se dos denominados B5 e D5 S, ou seja, versões de alto desempenho que poderiam ser consideradas como os M5, mas desenvolvidos por este preparador alemão, disponíveis tanto em carroceria sedan como perua.

Com um aspecto ligeiramente mais agressivo que seus antecessores, os sedans de tamanho médio contam com um para-choque dianteiro com entradas de ar maiores e um splitter na parte inferior com o logotipo da Alpina, assim como rodas de liga leve de 20 polegadas. Os faróis são similares aos recém-estreados no Série 5, enquanto que na traseira se destacam as quatro saídas de escape. Além disso, ambos os modelos podem ser pintados com os exclusivos tons Alpina Blue e Alpina Green.

No interior as mudanças são mais modestas e o mais relevante é um quadro de instrumentos digital com os menus específicos da Alpina, assim como um volante esportivo costurado à mão. Os B5 e D5 S também mostram uma placa de produção numerada e os clientes podem solicitar “projetos de interiores específicos até o mínimo detalhe”.

Debaixo do capô, o B5 tem um motor V8 biturbo de 4.4 litros que produz 621 cv de potência e um torque máximo de 800 Nm. Com estas cifras o sedan alemão é capaz acelerar de 0 a 100 km/h em 3.4 segundos e sua velocidade máxima se eleva até os 330 km/h. Por sua parte, o D5 S conta com um propulsor diesel de 6 cilindros e 3.0 litros com 408 cv e um torque idêntico ao do seu irmão movido a gasolina. Graças a isso é capaz de alcançar os 100 km/h em 4.4 segundos, embora sua velocidade máxima diminua para 286 km/h. As versões Touring fazem o mesmo sprint em 3.6 e 4.6 segundos, respectivamente e sua velocidade máxima é de 322 e 283 km/h.

Embora estes dois propulsores sejam completamente opostos, ambos estão acoplados a transmissões automáticas de 8 velocidades com conversor de torque que envia toda a energia a um sistema de tração integral que prioriza a entrega ao eixo traseiro. Além disso, ambos os modelos podem ser equipados com um diferencial de deslizamento limitado opcional. Cabe destacar que estas transmissões - desenvolvidas pela ZF - foram otimizadas para digerir sem dificuldades os 800 Nm de torque máximo.

Em relação ao chassi, a Alpina realizou modificações na suspensão de maneira que agora conta com amortecedores adaptativos e molas mais firmes que perderam alguns centímetros no comprimento. A geometria do eixo dianteiro também mudou e o mesmo ocorre com a direção, convenientemente ajustada em ambos os modelos. Com relação aos freios, os D5 e B5 S contam com discos de 395 mm na dianteira e 398 mm na traseira, embora de forma opcional se possa optar por outros carbocerâmicos de alto rendimento.

A Alpina já aceita pedidos para ambos os modelos e as entregas estão programadas para o mês de outubro. Na Alemanha, o preço do B5 começará nos 117.700 euros para o Sedan e 120.700 euros para o Touring. O D5 S é significativamente mais barato, já que o sedan parte dos 92.500 euros, enquanto que a perua começa nos 95.500 euros.