2021 - CUPRA ABT EXTREME E

A Extreme E (XE) e uma nova categoria de corridas similar à Fórmula E, mas em formato SUV. Na verdade, foi concebida como um visionário projeto do empresário espanhol Alejandro Agag para conscientizar o mundo de que o aquecimento global afetará nosso planeta se não agirmos rapidamente.

Para isso, desenvolverá esta competição junto com Gil de Ferran, chefe de competições da equipe McLaren, com a particularidade de que os SUVs contarão com motores elétricos em suas entranhas. Essa é precisamente a razão pela qual CUPRA e ABT acabam de anunciar sua participação no evento com o carro que aparece nas imagens.

Com este anúncio, a CUPRA torna-se a primeira marca de automóveis que se une à competição off-road, que no início de 2021 começará a viajar pelos lugares mais remotos do planeta. O embaixador da CUPRA, campeão de Rally Cross e da DTM, Mattias Ekström, será um dos pilotos da equipe para a primeira temporada do Extreme E.

A temporada de inauguração da Extreme E acontecerá em cinco zonas do planeta: as ilhas do Oceano Índico, o Amazonas, o Sahara, o Ártico e o Himalaya, locais que foram danificados ou afetados pela mudança climática. Esta viagem global de 5 eventos utilizará sua plataforma de entretenimento internacional.

O objetivo é promover a eletrificação, a sustentabilidade e a igualdade, e pelos lugares que a competição percorrerá, não é nenhuma surpresa que o veículo da CUPRA/ABT tenha um aspecto tão radical. Em medidas, alcança os 4.39 metros de comprimento, 1.89 metros de largura e 2.29 metros de altura.

Sobre a balança declara um total de 1.632 quilos, que o torna tão pesado como os automóveis da Fórmula E. Por enquanto se desconhecem muitas das especificações técnicas deste automóvel de exibição, mas sabemos que todos os veículos deverão cumprir com uma série de regras.

Todos herdarão a tecnologia da Fórmula E, utilizando o chassi da Spark Racing Technology e compartilhando suspensões, ECU, software e baterias (da Williams Advanced Engineering). Cada equipe poderá desenvolver seu próprio motor.

Sobre estes chassis será montada a reconhecível carroceria dos diferentes SUVs, pois o objetivo é mostrar veículos que podem ser comprados. Para os pneus foi escolhida a Continental. Segundo apontam os criadores da competição, os principais fabricantes de automóveis além de CUPRA e ABT já mostraram seu interesse no projeto.

Assim como afirma Alejandro Agag, “A McLaren já está desenvolvendo a bateria, que se baseia na atual do Gen2, mas terá o dobro de potência, porque estes carros terão dois motores, como os da Fórmula E. Irão produzir o dobro de potência que um monolugar da Fórmula E, cerca de 500 kW”.

As corridas serão gravadas como um documentário esportivo, para posteriormente serem retransmitidas através de alguma plataforma de streaming de conteúdo multimídia (ainda por determinar), um trabalho que conta na direção artística com o emblemático Fisher Stevens.

O melhor de tudo é que não se tratará de corridas regulares, mas de confrontos diretos entre equipes. Haverá 12 veículos, um para cada equipe, que se enfrentarão em etapas de 8 quilômetros cada uma, divididos em dois grupos.

Irão acumulando pontos até chegar a uma eliminatória final, onde se enfrentarão os quatro melhores de cada grupo para, no final, escolher um ganhador. A primeira corrida acontecerá em janeiro de 2021.



CUPRA ABT EXTREME E