2020 - DAIHATSU ROCKY

A Daihatsu decidiu recuperar a denominação Rocky, que regressa à linha da empresa japonesa após uma ausência que se prolongou ao longo de muitos anos. Trata-se de um pequeno crossover que foi desenvolvido de maneira conjunta com a Toyota, que também tem sua própria versão denominada Raize.

Em relação à sua estética exterior não há muitas diferenças entre ambos os modelos, além das lógicas mudanças na parte frontal para adaptar a imagem da marca. Os Daihatsu Rocky e Toyota Raize são quase idênticos, medem apenas 3.99 metros de comprimento e só se diferenciam pela grade, os para-choques e pelos desenhos das rodas de liga leve.

Quanto ao interior do novo Daihatsu Rocky, surge um habitáculo praticamente copiado do modelo da Toyota, onde a única diferença é o logotipo no centro do volante.

Na parte mecânica tudo gira em torno de um motor turbo de 1.0 litro, um tricilíndrico que desenvolve 98 cv de potência e um torque máximo de 140 Nm, que se combina com uma transmissão automática do tipo CVT, tanto com tração simples ao eixo dianteiro como nas quatro rodas.

O equipamento mais relevante inclui múltiplos airbags, controles de tração e estabilidade, controle de velocidade inteligente, estacionamento assistido, alerta de pré-colisão, instrumentação digital configurável, sistema de infotainment com tela táctil, compatibilidade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto, USB, Bluetooth, climatizador automático, acesso sem chave, partida por botão, sensores de estacionamento, volante multifuncional forrado em couro, estofamento em couro, etc.

O novo Daihatsu Rocky estará inicialmente só disponível no Japão, com preços ligeiramente abaixo do Toyota Raize. Por enquanto não há planos para levar o Rocky a outros mercados, mas o modelo da Toyota será global.