2021 - DALLARA STRADALE

O Dallara Stradale não se mostrou ser um modelo muito midiático. Após sua apresentação, que aconteceu em 2017, praticamente não surgiram notícias de relevância protagonizadas por este espetacular esportivo aberto italiano. Embora se trate de um modelo de edição limitada, a verdade é que contará com uma produção de 600 exemplares, muito maior que a de outros modelos.

Dada sua natureza e origem, uma radical barchetta de carbono fabricada por um dos mais reputados especialistas do mundo da competição, é normal que este modelo tenha menos difusão que os outros pertencentes a fabricantes já estabelecidos como Ferrari, Lamborghini e McLaren. Já que se trata de um produto só para os muito aficionados e que, além disso, não conta o respaldo da extensa rede comercial e os recursos de marketing das marcas convencionais.

No entanto, o primeiro modelo radical de rua da Dallara continua sendo um carro muito interessante e os primeiros exemplares já se encontram em mãos de seus afortunados proprietários. A unidade que protagoniza as imagens é precisamente a primeira da qual temos conhecimento que foi objeto de um trabalho de personalização, que foi realizado pela empresa de design de Lapo Elkann, a Garage Italia.

A empresa do célebre italiano e um dos herdeiros da Fiat, realizou um atrativo trabalho de personalização sobre um dos primeiros exemplares fabricados do esportivo de motor central da Dallara, mas não estamos falando simplesmente de um novo esquema de cores, pois por trás da decoração deste exemplar encontramos uma homenagem à patrulha aérea nacional italiana, os célebres Frecce Tricolori, e em um dos aviões que foram utilizados por esta equipe acrobática durante décadas, o Fiat G.91. Esta unidade conta com a carroceria acabada em um atraente tom de azul escuro e textura fosca combinada com uma série de gráficos similares aos que podiam ser encontrados nos aviões deste grupo, com as cores da bandeira italiana e alguns símbolos em amarelo.

Serão fabricados apenas 600 exemplares do Dallara Stradale e até agora só foi anunciada uma versão mecânica, dotada do mesmo motor de 4 cilindros e 2.3 litros EcoBoost, utilizado pelo Ford Mustang atual, mas debaixo do capô do esportivo italiano entrega 405 cv. Isso permite ao pequeno esportivo da Dallara de 855 quilos alcançar os 100 km/h em 3.2 segundos, com uma velocidade máxima de 280 km/h.