2020 - LEXUS GS FINAL EDITION

No ano de 2018 o Lexus GS deixou o mercado europeu. O objetivo da Lexus com esta decisão era substituir esse sedan pelo Lexus ES, modelo disponível unicamente com mecânica híbrida (HEV) e que apresenta uma configuração de tração dianteira. Agora, embora no velho continente tenha deixado de estar disponível, em outros mercados o GS se manteve à venda até estes dias.

Infelizmente, a jornada comercial do GS está próxima de chegar ao seu final. A Lexus confirmou que no próximo mês de agosto deste ano a produção do GS será encerrada e, portanto, este modelo desaparecerá do catálogo da marca Premium. O GS foi lançado em 1993 e passou por um total de quatro gerações nestas quase três décadas.

Hoje em dia continua sendo possível comprar um GS tanto nos Estados Unidos como em alguns países asiáticos. Tendo em conta que sua despedida é iminente e que em apenas alguns meses será fabricado o último exemplar, a Lexus decidiu colocar em marcha o seu departamento de marketing para se despedir do GS em alto estilo nos Estados Unidos e no Japão, dois mercados chave para este modelo.

No Japão foi introduzida a edição especial Eternal Touring, que toma emprestado alguns detalhes e traços característicos da versão mais esportiva, o GS-F. Traz consigo molduras de fibra de carbono, pinças de freio pintadas na cor laranja e a Alcantara está presente no habitáculo.

Para o mercado norte-americano optou-se por uma estratégia similar. Ali será comercializada uma edição limitada a 200 unidades denominada Black Line e que, além de incluir todos os detalhes mencionados previamente para o GS Eternal Touring, traz consigo duas maletas de viagem assinadas pela Zero Halliburton e pertencentes à coleção Edge Lightweight.

No que diz respeito à parte mecânica não há novidades. Em ambos os casos foi usado como ponto de partida a versão GS 350 para a criação desta edição especial e série limitada. Portanto, debaixo do seu capô se encontra um motor a gasolina V6 de 3.5 litros que desenvolve mais de 300 CV e surge acoplado a uma transmissão automática, assim como um sistema de tração traseira.

A decisão da Lexus não pegou ninguém de surpresa. O GS sofreu uma retirada gradual de determinados mercados, e naqueles onde continuava estando disponível, suas vendas caíram de maneira significativa. Nos Estados Unidos, durante o ano passado de 2019, foram comercializadas somente 3.378 unidades, uma cifra que contrasta com os 33.457 emplacamentos colhidos por este modelo em 2005, seu melhor ano no mercado norte-americano.

LEXUS GS FINAL EDITION