2020 - MITSUOKA BUDDY

O Mitsuoka Buddy é outra dessas peculiaridades que só podemos encontrar em mercados como o japonês, pois apesar do seu atraente e elaborado aspecto, não se trata de um one-off de estilo restomod, mas de um kit produzido em série e que pode ser encomendado por qualquer usuário daquele mercado.

Essa não é a primeira vez que a Mitsuoka surpreende com um de seus trabalhos de reencarroçamento inspirados em veículos clássicos americanos. A última vez que falamos desta particular empresa japonesa foi quando há dois anos mostramos as imagens do Mitsuoka Rock Star, um dos trabalhos de reencarroçamento mais espetaculares e mais bem realizados já visto nos últimos tempos. Ele se baseia no Mazda MX-5 atual e suas linhas são tomadas diretamente do Chevrolet Corvette C2 Sting Ray.

O novo Mitsuoka Buddy é uma obra tão atraente visualmente como o Rock Star, mas destinada a um segmento muito mais demandado, o dos crossovers compactos. Para isso, esta pequena empresa japonesa oferece um belo SUV de aspecto sólido claramente inspirado nos modelos americanos da década de 90. Com uma carroceria bastante musculosa e uma parte frontal totalmente plana, dotado de uma enorme grade dianteira e faróis a duplos na vertical. Um design que lembra modelos como os Chevrolet Tahoe e Suburban daquela época.

No entanto, apesar das inúmeras mudanças estéticas, o modelo tomado como base é na realidade um Toyota RAV4 2020. Um modelo que não tem nada a ver a nível estético ou técnico com os SUVs que a Chevrolet fabricava há 30 anos. O crossover japonês tem uma abordagem muito diferente e pode contar com uma avançada mecânica híbrida muito mais eficiente. Entretanto, as modificações feitas pela Mitsuoka lhe dão uma carroceria muito mais chamativa, que inclusive parece ser um modelo muito maior do que é realmente.

Este novo trabalho da Mitsuoka estará disponível para todos os interessados que residam no Japão, já que só será comercializado em seu mercado natal. Por enquanto não temos os preços desta criação, mas sabemos que conservará o mesmo esquema mecânico híbrido do modelo doador, que no Japão está disponível com um motor de 2.0 litros a gasolina de 171 cv e o mesmo 2.5 litros híbrido de 178 cv que está disponível em outros mercados.