2021 - NIO ET7

Depois de alguns anúncios e teasers nos últimos meses, finalmente foi revelado o novo NIO ET7, o primeiro modelo de estilo sedan da marca chinesa e seu novo carro-chefe, que foi apresentado oficialmente durante o NIO Day. Evento celebrado neste final de semana e que foi destinado a revelar os últimos resultados e os mais recentes avanços tecnológicos da empresa.

Embora o modelo seja extremamente similar ao protótipo que o adiantou, o NIO ET Sedan Preview, é evidente que a marca soube jogar muito bem com a mídia durante a campanha de revelação do modelo. Pois alguns dos esboços e teasers que havíamos visto até agora realmente correspondiam a imagens do protótipo e não de sua versão definitiva de produção. O modelo final, embora muito similar, conta com notáveis diferenças em relação ao concept.

O novo NIO ET7 dispõe do mesmo design e proporções que o concept que o adiantou, mas mostra novos traços na parte frontal e na traseira, já que desaparece a grande abertura horizontal que encontrávamos no meio do nariz e em seu lugar aparece uma área totalmente plana. Na traseira também surgem traços ligeiramente modificados, com um para-choque um pouco diferente e lanternas que formam uma linha única mais delgada. Nas laterais também surgem mudanças, pois desaparece o entalhe na parte baixa das portas e em seu lugar aparece um sobre relevo.

A nível técnico, o modelo dispõe da linha esperada, com versões dotadas de packs de baterias de 70, 100 e 150 kWh, mas a nível mecânico só haverá uma versão por enquanto, que entrega uma potência total combinada de 653 cv (644 hp) e 850 Nm de torque máximo, o que lhe permite contar com uma capacidade de aceleração de 0 a 96 km/h (0-60 mph) de 3.9 segundos.

Em relação à autonomia, a versão de acesso homologa 500 km segundo o ciclo NEDC vigente na China, que se elevam até 700 km no caso da versão de 100 kWh e até espetaculares 1.000 km para a opção mais alta, de 150 kWh. Por enquanto não foram reveladas as cifras de autonomia de acordo com os mais realistas ciclos EPA e WLTP, de modo que seria muito pré-maturo falar de um novo recorde do mercado.

Não menos destacável é sua dotação tecnológica e equipamento. No interior surge um habitáculo muito luxuoso que combina couro e inserções de madeira com uma enorme tela central e um diminuto painel de comandos digital. Tudo isso combinado com um design muito minimalista. Entre as novidades do modelo podemos destacar o novo sistema de assistência à condução da empresa, que conta com uma câmera com uma resolução de 8 megapixels e um processador Nvidia que, segundo a empresa, são várias vezes mais potentes que os utilizados pela Tesla em seu sistema FSD. O modelo também estreia um radar LiDAR, de modo que é um dos poucos modelos do mercado que conta com esta tecnologia. No total, o novo ET7 conta com 33 sensores só para analisar seu entorno durante a condução.

O preço deste sedan de pouco mais de 5.0 metros de comprimento na China é de 378.000 yuanes, cerca de 317.000 reais ao câmbio atual. Mas este preço não inclui a bateria, que pode ser comprada ou alugada por um custo mensal, que também inclui o serviço de troca rápida de baterias da marca, para evitar as esperas da carga.