2018 - SCG 004S

A equipe da Cameron Glickenhaus revelou seu novo modelo, o SCG 004S. Um esportivo de rua que, como seu antecessor, o SCG 003S nasce como um modelo de rua, mas visando a competição, e já anunciam futuras versões para distintas categorias esportivas.

Ao contrário do SCG 003S, que contava com um motor V6 de 3.5 litros sobrealimentado, o novo modelo dispõe de um bloco V8 de 5.0 litros e duplo turbo que entrega 650 cv e 720 Nm de torque máximo, associado a uma transmissão manual de 6 velocidades, embora esteja disponível também com uma opção automática com aletas no volante. A opção manual é a que aparece nas imagens de apresentação e conta com uma bonita manete cromada inspirada nas tradicionais alavancas manuais da Ferrari.

Mas sua maior particularidade é encontrada no habitáculo, pois conta com uma configuração de 3 bancos, com o do piloto situado no centro e notavelmente mais adiantado, ao estilo do clássico McLaren F1. O painel também está centrado, formando um posto de comando muito simétrico e de aspecto muito clássico, com grandes relógios analógicos de esferas brancas e um volante de 3 raios também de aspecto clássico, sem airbag. Junto à base do banco surgem diversos comandos de ambos os lados, com a alavanca à direita, que dispõe de uma base escamoteável para smartphones e um pequeno console para controlar diversos parâmetros de uma volta em circuito, como a distância e a velocidade média.

Sua estética é muito particular, e não se parece em nada com seu antecessor. Na parte dianteira encontramos alguns traços do Ferrari P4/5 Pininfarina, um one-off baseado em um Ferrari Enzo que foi encomendado por Glickenhaus à Pininfarina há alguns bons anos para seu uso pessoal, e que se tornou a origem do projeto da Scuderia Cameron Glickenhaus. Seu perfil é muito afilado, mas os arcos das rodas musculados e os faróis amendoados lembram levemente o modelo italiano.

O habitáculo é do tipo cockpit, com uma grande superfície envidraçada e na verdade não conta com um teto, as curvadas janelas se unem ao para-brisa na parte superior em dois grandes mastros. O resultado é um teto de tipo bolha de aspecto envidraçado em sua totalidade.

Outra de suas senhas de identidade são seus aerofólios integrados, tanto na parte traseira, conectando ambos os arcos de roda, como na dianteira, já que a partir da base dos faróis o que parece ser o nariz realmente é um aerofólio, situado mais alto que o verdadeiro capô dianteiro.

O tratamento do pilar C lembra muito o Ford GT 2017, com uma grande superfície negativa após o falso pilar, que se acentua na vista superior. É evidente que nessa parte foi inspirado no modelo da Ford, incluindo os canais de ar que nascem debaixo deste pilar e terminam na traseira, nos lados da área das saídas de escape.

Esse modelo será comercializado em uma série limitada de 250 unidades anuais e terá um preço inicial de 400.000 dólares. As primeiras 25 unidades, denominadas ‘Founders Edition’, serão entregues entre 2018 e 2019. Mais adiante chegarão as prometidas versões GT3 e GTE/GTLM, que contarão com um ‘C’ em sua denominação, SCG 004C.