2021 - SUZUKI SAMURAI ROTATIVE ENGINE

O Suzuki Samurai era um modesto modelo 4x4 lançado originalmente em meados dos anos 80, que foi comercializado em nosso país e do qual ainda hoje podem ser encontrados alguns exemplares rodando pelas estradas.

Marvin Sánchez, é um entusiasta dos carros dos anos 80 e 90, e em especial do Suzuki Samurai, modelo do qual conseguiu adquirir um exemplar há um ano para dar início a um projeto muito especial.

Como é lógico, o desempenho de série do Samurai é bastante pobre, pelo menos em termos de rendimento na estrada, de maneira que Sánchez decidiu criar um carro único no mundo, e o resultado poderá agradar a todos ou não, mas não deixa de ser impressionante.

A carroceria, quase original, inclui ligeiras modificações, como uma grade dianteira que lhe aporta um toque mais agressivo, além de rodas de desenho específico e arcos de roda alargados. 

O mais interessante de tudo, no entanto, não está à vista, mas debaixo do capô, já que Sánchez dispensou o motor original, um bloco de 1.3 litros e 4 cilindros, em favor de um propulsor rotativo (13B) de origem Mazda, tomado diretamente de um Mazda RX-7.

O resultado é uma potência de 450 cv, muito longe dos cerca de 70 cv que oferecia o modelo de série, e tudo em um carro que pesa somente 800 kg. Se a isso somarmos uma distância entre os eixos muito pequena, de menos de 2 metros, o resultado é excitante e brutal.

Trata-se de um propulsor com uma longa lista de modificações, que inclui um turbo compressor específico e um sistema de refrigeração criado também a partir do zero. Além disso, o bloco é acoplado a uma transmissão também do RX-7, conta com um novo sistema de escape e um diferencial traseiro de origem Ford. A suspensão, por sua parte, também foi modificada, e o carro agora é mais baixo.

“É um prazer ter e poder conduzir este Samurai. Penso conservá-lo enquanto eu viver. Em um futuro próximo, tenho previsto seguir construindo peças únicas e criar um negócio em que possa oferecer projetos únicos ao público”, afirmou o próprio Marvin Sánchez, proprietário desse bólido japonês.