2020 - SUZUKI SWIFT SPORT

As cada vez mais exigentes normas de emissões na Europa colocaram mais de uma marca na parede. Desta vez é a Suzuki que anuncia mudanças na linha 2020 do Swift Sport, com a introdução de um sistema microhíbrido - também chamado Mild Hybrid (MHEV) - para reduzir a média de emissões do seu hatchback esportivo.

O sistema é composto por uma bateria de íons de lítio de 48 volts e um motor de arranque, que por si só gera 13 cv e 50 Nm. Sua incorporação à mecânica de 1.4 litros turbo do Suzuki Swift implica em uma redução de emissões de 20% - ficando em 127 g/km de CO2 - melhorando em 15% o consumo de combustível.

Para chegar ao limite de emissões imposto pela Europa, a Suzuki também se viu obrigada a realizar alguns ajustes na mecânica: novos injetores, retoques no sistema de distribuição variável, bomba de combustível de maior pressão, mudanças no sistema de escape e um radiador maior.

Mas nem tudo é mamão com açúcar. Tudo isso ocasionou uma queda na cifra de potência de 140 para 130 cv. Mas o torque foi elevado ligeiramente de 220 para 235 Nm. No final, os números de desempenho foram modificados, e o modelo 2020 com sistema MHEV acelera de 0 a 100 km/h em 9.1, exatamente 1 segundo a mais que o modelo anterior.

Por enquanto, todas estas modificações são exclusivas para o mercado europeu. É pouco provável que a versão microhíbrida ou o motor turbo atualizado, cheguem ao lado de cá do Atlântico.