2021 - SUZUKI SWIFT UK VERSION

O pequeno utilitário que é também uma das propostas de maior sucesso na oferta da marca japonesa, o Suzuki Swift acaba de receber um discreto facelift para o próximo ano. Este restyling contempla novas mecânicas, mais equipamento e um reforço na tecnologia.

Apresentado nesta geração atual em 2017, o Suzuki Swift renova-se de forma discreta à primeira vista, ainda que com importantes alterações em aspectos pouco visíveis. Todas as versões contam agora com novos sistemas de assistência à condução, como é o caso do Cruise Control Adaptativo com frenagem autônoma de emergência e a câmera traseira.

Além disso, o Swift pode incluir também opcionais como um sistema de alerta de trânsito traseiro, reconhecimento de sinais de trânsito e sistema de manutenção na faixa de rodagem. Sem esquecer do sistema de infotainment Smartlink compatível com Apple CarPlay e Android Auto, acesso e partida mãos-livres, além de sensores de estacionamento traseiros.

Em relação à mecânica, surgem as evoluções feitas na motorização, começando pelo bloco de 4 cilindros aspirado 1.2 Dualjet a gasolina, que melhorou o seu sistema de injeção, sistema variável de válvulas, bomba de óleo e sistema de refrigeração. Embora continue entregando 83 cv e 107 Nm de torque, a Suzuki assegura que a resposta, inclusive em baixas, agora é melhor.

No entanto, as alterações mais substanciais surgem na versão micro híbrida. Em grande parte, devido ao aumento da amperagem da bateria de íons de lítio, de 3 para 10 ampères de capacidade.

Mesmo continuando sem poder garantir uma circulação em modo 100% elétrico, estas alterações fizeram baixar o consumo combinado WLTP para 20.4 km/l. Ao mesmo tempo, o motor surge acoplado a uma transmissão manual ou CVT, e a aceleração de 0 aos 100 km é mantida nos 12.2 segundos.

O Suzuki Swift continua sendo um dos poucos utilitários a oferecer a possibilidade de acoplar um sistema de tração integral inteligente Allgrip, inclusive na versão Sport, também equipada com um sistema semi-híbrido entregando 129 cv de potência.

Quanto às alterações estéticas no exterior, elas foram poucas, basicamente uma grade frontal que agora passa a exibir uma barra cromada na horizontal, assim como as luzes diurnas foram ligeiramente reformuladas e a partir de agora, com tecnologia LED em todas as versões.