HAYNES

Elwood P. Haynes, (1857-1925), nascido em Portland, Indiana, tinha muita capacidade para inventar e em 1890 começou a pensar em como melhorar o transporte para substituir os carros puxados por cavalos.

Em 1893 havia tido uma experiência com um motor a combustão interna, então suas ideias haviam alcançado um nível suficiente para começar a trabalhar no que seria um dos primeiros automóveis da América. Para isso chamou os irmão Elmer e Edgar Apperson, que eram mecânicos, para começar a construir seu primeiro carro.

Em 4 de julho de 1894, o carro, chamado Pioneer, foi testado com êxito e sem dúvidas esse foi o dia mais importante da história de Kokomo, Indiana. O carro realizou um trajeto de 10 km a uma velocidade média entre 10 e 12 km/h, e era um dos primeiros carros a gasolina fabricados na America.

Durante os dois anos seguintes, Elwood P. Haynes e os irmãos Apperson fabricaram 2 modelos melhorados, e em 1897 fabricaram 3 carros, os quais atualmente são conservados em museus.

Em 24 de maio de 1898, com a ajuda de um grupo de investidores, Elwood Haynes e os irmãos Apperson fundaram a “Haynes-Apperson Automobile Company” em Kokomo, Indiana, uma das primeiras empresas que fabricaram automóveis de EUA.

O objetivo era fabricar 50 carros o mais rapidamente possível. O negócio do automóvel estava emergindo. No ano seguinte, Kokomo tinha a primeira fábrica de automóveis do estado de Indiana.

Em 1898 foram fabricados 5 automóveis, 30 em 1899, 192 em 1900 e 240 em 1901.

Os automóveis Haynes-Apperson eram famosos pelo seu bom desempenho em longas distâncias. Eram utilizados regularmente nas corridas de longa distância. Participaram em corridas de resistência em Kokomo, New York, Rochester e Londres.

Em 15 de novembro de 1901, um conflito econômico fez com que os irmãos Apperson abandonassem a sociedade para criar en 1902 sua própria empresa, a “Apperson Brothers Automobile Company”.

Elwood P. Haynes, não reorganizou a companhia até 1905, ano em que fundou a “Haynes Automobile Company”.

Ambas as companhias seguiram funcionando separadamente até meados dos anos 20.

No final de 1908, um jornal de Kokomo divulgou a notícia de que os 600 empregados da Haynes eram capazes de produzir 400 carros por ano. A produção real de 1908 e de 1909 foi de aproximadamente 350 carros em cada ano.

A fábrica de automóveis mais antiga dos EUA fabricou dois modelos de automóvel tipo Runabout, o 5 passageiros de 30 cv que era vendido por 2.500 dólares e o 7 passageiros de 50 cv que era vendido por 5.500 dólares.

Em 1911, a Haynes foi o primeiro fabricante de automóveis a equipar os seus carros abertos com uma capota, um para-brisas, lâmpadas principais de iluminação e um velocímetro como equipamento padrão.

O Haynes de 1914, foi o primeiro carro que ofereceu um câmbio elétrico como equipamento padrão.

Em setembro de 1920, a empresa terminou uma nova fábrica (demolida no final de 1997). Houve um momento em que a fábrica alcançou um índice máximo de produção de 60 carros por dia.

A Haynes também começou a fabricar suas próprias carrocerias em 1920 e em 1921 os seus carros eram fabricados pelo menos 90% em Kokomo.

A produção nas fábricas da Haynes cessou em 2 de setembro de 1924.

Carros Relacionados