MITSUBISHI

Os veículos MITSUBISHI você vê nas ruas, nas estradas e principalmente fora delas. Emoção, velocidade, adrenalina. Para os proprietários de um automóvel MITSUBISHI a vida é uma grande aventura. ‘Carros que inspiram’ é a filosofia utilizada pela marca japonesa para produzir seus veículos, que se baseiam em paixão, desempenho e perfeição, independente do terreno onde rodam.

A história do fabricante japonês tem suas origens em 1870 quando o jovem Yatora Iwasaky, filho de uma família de samurais, trocou sua aldeia natal pela cidade de Osaka, onde se tornou um perspicaz negociante de arroz. Não demorou muito para o jovem empreendedor mudar de rumo, ingressando no segmento de transporte naval ao fundar uma pequena empresa de navegação com três velhos barcos a vapor, que exploravam rotas comerciais entre a China e a Rússia. A empresa chamava-se Mitsukawa, do japonês ‘três rios’. Os três barcos passaram rapidamente a 30, tornando-se a maior companhia marítima do Japão.

Em 1886 a empresa adotou oficialmente o nome MITSUBISHI. Ao longo dos próximos anos a empresa ampliou suas atividades, atuando também na construção naval, na exploração mineral, no setor financeiro e na indústria pesada. A empresa começou a produzir automóveis somente em 1917 com o lançamento do MITSUBISHI MODEL A. Esse modelo tinha como característica uma carroceria totalmente fabricada a partir de madeira de cedro branco. Deste modelo foram produzidas apenas 22 unidades em virtude do preço elevado de fabricação.

Nas próximas duas décadas a empresa se consolidou no mercado através de inovações como o protótipo de seu primeiro caminhão em 1918; o primeiro motor a diesel do país; o primeiro ônibus de tamanho grande, introduzido em 1932; o primeiro veículo japonês com tração nas quatro rodas, lançado em 1934; o PX33, primeiro automóvel japonês com tração integral, produzido em 1937 em colaboração com o governo japonês para fins militares; e o primeiro caminhão equipado com motor diesel. Com o fim da Segunda Guerra Mundial as grandes indústrias japonesas foram desmanteladas pelas forças aliadas e a MITSUBISHI foi dividida em três indústrias regionais, que estavam envolvidas com o desenvolvimento de veículos motores. Mesmo assim, em 1946, inovou ao apresentar um ônibus que poderia utilizar formas alternativas de combustíveis, introduzindo no ano seguinte o ônibus elétrico. Ainda nessa época a empresa apresentou outras inovações como o primeiro caminhão equipado com sistema de suspensão à ar e até uma scooter.

No começo da década de 60, com a economia japonesa crescendo em um ritmo acelerado, a produção de veículos comerciais ganhou atenção especial, culminando com a introdução do Mitsubishi 500, um veículo compacto para quatro passageiros que vinha de encontro às necessidades do mercado japonês. Foi a partir desta época que vários modelos de sucesso foram lançados no mercado como o MINICA, um carro compacto para quatro passageiros; o COLT, um automóvel de passeio muito confortável, além do famoso modelo GALANT, que na década seguinte saboreou o começo do sucesso internacional da montadora japonesa, demonstrando a qualidade e alta performance de seus veículos. Nessa década a MITSUBISHI expandiu fortemente suas atividades pelo mundo, iniciando um sólido processo de globalização.

Na década de 70 surgiu enfim a MITSUBISHI MOTORS, fundada oficialmente no dia 22 de abril de 1970 e com operação independente do grupo Mitsubishi Heavy Industries. No ano seguinte, um acordo com a americana Chrysler, possibilitou a venda dos modelos Galant e Colt, introduzidos nos Estados Unidos como Dodge Colt, fato que elevou a produção anual da MITSUBISHI para 250 mil veículos. Em 1974, um acordo com uma empresa britânica, possibilitou o início da distribuição de seus veículos no Reino Unido, começando assim uma enorme expansão no continente europeu, inaugurando em 1977 uma série de concessionárias, que possibilitaram a venda direta de seus veículos. No final da década, pela primeira vez em sua história, a produção anual de veículos rompeu a barreira de 1 milhão de unidades.

Na década de 80 a montadora japonesa ingressou oficialmente no mercado norte-americano com a instalação de uma subsidiária, apresentando aos consumidores, pela primeira vez, a marca MITSUBISHI. Em 1982, três modelos da marca (o sedan TREDIA, o CORDIA e o coupe STRARION) eram vendidos nos Estados Unidos através de uma rede de 70 concessionárias espalhadas por 22 estados. Foi também nessa década que surgiu o modelo de maior sucesso de vendas na história da montadora: o veículo utilitário esportivo PAJERO. No final dos anos 80 a montadora decidiu investir pesado no mercado americano, veiculando seus primeiros comerciais na televisão e elevando para 340 unidades sua rede de concessionárias. Com esta estratégia a MITSUBISHI atingiu a marca de 1,5 milhões de automóveis produzidos anualmente.

A partir da década de 90 entrou em cena o brilho dos modelos PAJERO no tradicional rally Dakar, e seu sucesso nas ruas de todo o mundo. Outro fator de sucesso para a montadora foi o desenvolvimento, em 1995, do motor com injeção direta de gasolina. Com o sucesso do modelo PAJERO, a montadora resolveu investir pesado no segmento de veículos utilitários esportivos, se tornando uma das melhores e mais respeitadas marca neste segmento. Recentemente, a MITSUBISHI introduziu no mercado seu primeiro carro elétrico, em resposta ao apelo do mercado e de seus consumidores para reduzir a emissão de gases poluentes para a atmosfera.

Carros Relacionados