2020 - McLAREN GT

Depois de vários adiantamentos o Grand Tourer da McLaren já é uma realidade que surge com todo o luxo de detalhes. O McLaren GT se une à cada vez mais numerosa família de Woking, oferecendo uma reinterpretação do conceito de Gran Turismo com um esportivo de motor central de design elegante e conforto de condução à altura desse tipo de modelos, mas que ao mesmo tempo oferece o rendimento próprio da McLaren.

Trata-se de um modelo que ocupa na seleta hierarquia dentro da linha McLaren um posto junto à Sport Super Series e Ultimate Series, de modo que estamos diante de um exemplar muito especial e com o qual a McLaren quer atingir um novo tipo de cliente.

O objetivo dos britânicos com este GT foi criar um modelo concebido para viajar comodamente longas distâncias, oferecendo uma qualidade não tão habitual nos Gran Turismo, como é o caso do seu peso. Para isso o GT utiliza uma estrutura de fibra de carbono Monocell II-T, que o deixa com 1.466 kg, sendo o modelo mais leve de sua categoria, sendo de fato 130 kg mais leve que seu concorrente mais próximo.

Um chassi que foi especificamente criado para este modelo, o que permite manter esta leveza enquanto que ao mesmo tempo oferece espaço suficiente para a bagagem, com até 420 litros atrás dos lugares traseiros, suficiente inclusive para guardar uma bolsa de golf e dois pares de esquis junto com as botas e outros equipamentos. No total, somando o compartimento dianteiro, o McLaren GT conta com 569 litros de capacidade.

Todo este espaço é possível graças também à posição mais baixa tanto do sistema de escape como do seu motor, um novo V8 biturbo 4.0 com 620 cv e 630 Nm, acoplado a uma transmissão de dupla embreagem de sete velocidades. Um motor que unido ao baixo peso do carro tornam possível uma relação peso/potência de 405 cv por tonelada, e com isso este McLaren é capaz de alcançar os 100 km/h em 3.1 segundos e uma velocidade máxima de 327 km/h.

O interior do GT foi projetado para realizar longas viagens com o máximo conforto, e conta com materiais da mais alta qualidade e o sistema de infotainment mais sofisticado do fabricante britânico até esta data. Os bancos são exclusivos deste modelo e foram ajustados para cumprir com o que se espera de um Gran Turismo, e o interior conta com iluminação ambiental e um sistema de som Premium Bowers & Wilkins de 12 alto-falantes. O estofamento pode ser em couro Nappa, Alcantara, couro de grão fino e cashmere, sendo a primeira vez que se utiliza este tipo de tecido em um carro de produção.

Seu elegante design mostra certos traços do seu irmão maior, o Speedtail, e embora continue havendo um importante trabalho em aerodinâmica, nesta ocasião foram priorizados, um pouco mais que o normal, a beleza e a simplicidade de suas linhas em relação ao habitual desenho dos McLaren que é focado na técnica. Medindo 4.68 metros, trata-se do McLaren mais longo de todos.

Isto não quer dizer que seu rendimento seja inferior ao de outros modelos da empresa. Aqui a McLaren também buscou levar o conceito de GT mais além, oferecendo um nível dinâmico capaz de oferecer uma grande experiência de condução e um conforto de condução superior ao de qualquer outro McLaren. Para isso conta com uma suspensão de duplo triângulo de alumínio leve com amortecedores hidráulicos que conta com o sistema Proactive Damping Control, que é capaz de ler a estrada e antecipar-se ao que chegará pela frente atuando na sequência. Embora o carro esteja focado na comodidade dos ocupantes e a contar com um ótimo nível de aderência, seu comportamento pode ser ajustado escolhendo entre os modos Comfort, Sport e Track. Além disso, trata-se de um carro apto para todo tipo de ambiente, inclusive o urbano. Sua altura livre do solo é de 110 mm, mas conta com um sistema de elevação que o eleva até os 130 mm, assim, o McLaren não só garante um comportamento similar ao de seus rivais, como também igual ao de um sedan convencional.

Mas o que interessa mesmo é o seu rendimento esportivo, e para isso conta com pneus Pirelli P Zero específico para este modelo, buscando um termo médio perfeito entre rendimento, conforto e refinamento, e que chegam acompanhados de rodas de 21 polegadas na parte traseira e 20 na dianteira, além de um sistema de freios de alto rendimento.

O novo McLaren GT chegará no final de 2019 com um preço de 165.000 libras esterlinas, algo como 855.000 reais ao câmbio atual.