2019 - ROLLS-ROYCE WRAITH EAGLE VIII

O fabricante britânico apresentou o novo Rolls-Royce Wraith Eagle VIII, uma nova e exclusiva edição limitada do modelo de 2 portas e 12 cilindros que trata de prestar homenagem ao primeiro voo transatlântico sem escalas da história, com uma configuração especial que conta com um nível de detalhe muito alto e raramente visto na indústria automobilística.

Em junho de 1919 aconteceu uma das principais façanhas do século XX, quando John Alcock e Arthur Brown conseguiram cruzar o oceano Atlântico a bordo de um Vickers Vimy sem realizar nenhuma escala, de modo que foi o primeiro voo de seu tipo da história. O avião era equipado com motores Rolls-Royce Eagle VIII de 20.3 litros e 350 hp, daí a denominação utilizada pela marca britânica para esta especial edição limitada.

A verdade é que as divisões aeronáutica e de automóveis da Rolls-Royce se separaram já há muitos anos, e embora ambas continuem mantendo o mesmo nome, são duas empresas totalmente distintas que não mantêm nenhuma relação. No entanto, isso não impediu a Rolls-Royce Motor Cars, hoje subsidiária da BMW, prestar esta homenagem aos motores fabricados pela antiga empresa, a hoje já desaparecida Rolls-Royce Limited.

O novo Rolls-Royce Wraith Eagle VIII dispõe de uma configuração estética realmente única que lhe distingue do resto de unidades do modelo. Será fabricado em uma restrita edição limitada, com uma produção planejada de somente 50 unidades. O modelo será apresentado neste final de semana no Concorso d’Eleganza Villa d’Este, evento que será celebrado a partir de hoje na beira do Lago Como, na Itália, e que é um dos eventos de clássicos mais importantes do calendário internacional.

A nível exterior surge uma combinação de duas cores formada por dois tons de cinza, combinação que aparece também no couro do interior, embora a principal inovação desta edição limitada não sejam suas cores nem seu equipamento, mas a decoração e o altíssimo nível de detalhes que foram realizados pelos artesãos da Rolls-Royce nesta peça.

No interior aparece sobre a madeira de eucalipto do painel, console e túnel central, a reprodução da vista aérea noturna vista pelos pilotos ao chegar à Irlanda, lugar onde aterrissaram. Enquanto que nos revestimentos interiores do teto surge uma reprodução do céu estrelado, e segundo o comunicado da marca britânica, podemos ver as estrelas na mesma posição que se encontravam durante a façanha de John Alcock e Arthur Brown. Também surgem outros detalhes menores, como o relógio do painel, que conta com as coordenadas da viagem e uma luz que imita a dos comandos do avião, além de uma pequena placa onde se pode ler uma citação de Winston Churchill elogiando a proeza.

ROLLS-ROYCE WRAITH EAGLE VIII