22/05/2020 - AUDI E-TRON: O SUV ELÉTRICO SERÁ FABRICADO NA CHINA

O Audi e-tron está tendo um desempenho mais que aceitável nos mercados onde está presente. Durante o primeiro trimestre deste ano o SUV elétrico da Audi superou os seus dois principais rivais, o Mercedes-Benz EQC e o Jaguar I-Pace. A batalha pela liderança no segmento dos crossovers elétricos está em marcha e apenas começou.

A marca dos quatro aros está decidida a elevar a aposta global no seu primeiro carro elétrico de produção em série. E prova disso são os planos que a Audi tem para este modelo na China. O Audi e-tron será produzido no gigante asiático. Trata-se de uma excelente notícia para os seguidores chineses da Audi, já que esta medida terá um efeito direto sobre os preços deste carro elétrico na China.

A joint-venture formada pela própria Audi com seu sócio local, a FAW, será a encarregada de produzir o Audi e-tron. Todas as unidades produzidas ali terão como destino o mercado chinês. Espera-se que tudo isto esteja pronto para iniciar a produção em série deste modelo na China em meados do terceiro trimestre deste mesmo ano de 2020.

FAW-Audi já produz um carro elétrico na China. Concretamente, o Audi Q2 L e-tron. Sua produção acontece em uma fábrica localizada em Foshan, na província de Guangdong, no sul do país. Este modelo, disponível exclusivamente no mercado chinês, está à venda já faz um certo tempo. Oferece uma autonomia superior aos 250 quilômetros e seu preço parte do equivalente a 542.000 reais ao câmbio atual.

Atualmente, o Audi e-tron vendido na China é importado e sua linha é composta exclusivamente pela versão e-tron 55 quattro, a opção de maior desempenho que pode ser configurada. Equipa uma bateria de íons de lítio de 95 kWh que alimenta dois motores que desenvolvem uma potência máxima de 408 cv graças à função Boost. Após uma recente atualização de software, esta versão é capaz de rodar um total de 436 quilômetros com uma só carga.

O fato de a Audi importar a versão de maior desempenho do e-tron tem um efeito direto sobre o preço, torna-se muito caro. A produção local permitirá à Audi baixar seu preço em 20% e, o que é ainda mais interessante, poderá acrescentar à linha a versão de acesso, o Audi e-tron 50 quattro. Esse modelo equipa uma bateria de 71 kWh que alimenta dois motores que desenvolvem 230 kW (313 cv) e 540 Nm. Anuncia uma autonomia de 336 km, segundo o ciclo WLTP.

Tanto o Mercedes-Benz EQC como o Jaguar I-Pace são conscientes da importância que a China desempenha nesta batalha pelo carro elétrico. O SUV elétrico da Mercedes-Benz já é produzido localmente através da joint-venture que a marca mantém com a Beijing, a ‘Beijing-Benz’. Quanto ao I-Pace, a verdade é que por enquanto é produzido em território europeu, embora a Jaguar já tenha sinalizado que está considerando fabricá-lo na China.

Confira as Fotos