30/06/2020 - BMW i8 PROCAR BY EDO MOTOSPORT: MAIS RADICAL E SUPERANDO OS 450 CV

O mundo dos preparadores de automóveis é muito variado e os diferentes especialistas podem surgir em mercados de qualquer continente, com a Europa sendo um dos mais destacados devido à sua diversidade. Na Suíça, por exemplo, existe a EDO Motorsport, uma empresa que pode não ser muito conhecida, mas depois desse trabalho sobre o BMW i8, tudo será muito diferente para eles.

Embora o esportivo híbrido já tenha deixado de fabricar-se, como contamos aqui, o preparador suíço decidiu realizar um projeto sobre ele. Sob o nome de BMW i8 Procar se esconde uma fera que intimida com a sua presença, e não é para menos, pois as modificações realizadas na carroceria, que poderiam fazê-lo passar por um carro de competição, na realidade foram iniciadas com a ideia de converter o modelo alemão em um Safety Car.

No entanto, alguns componentes foram sendo acrescentados pelo caminho. Por exemplo, a EDO Motorsport desenvolveu um splitter dianteiro ainda mais agressivo, que junto com as novas aletas, proporcionam uma carga aerodinâmica adicional. Também foi incorporado um selvagem aerofólio no formato GT3 que gera até 200 quilos de downforce no eixo traseiro. O amplo difusor com grandes apêndices completa o conjunto e contribui para reduzir a resistência ao ar do automóvel. Tudo isso tornou possível que o Procar seja 40 quilos mais leve que um i8 convencional.

Nesta tarefa de dieta de peso contribuiu em grande parte um interior muito aliviado que foi desprovido de tudo aquilo que não é essencial, de maneira que agora não há equipamento de som nem tampouco unidades de controle. O habitáculo foi reforçado com um arco de segurança e os bancos de fábrica foram substituídos por outros mais esportivos que oferecem uma melhor aderência. A fibra de carbono continua estando presente para reduzir ao máximo a massa total do conjunto.

Mas, sem dúvidas, uma das partes mais destacadas é o referido sistema de propulsão. Aqui cobram especial importância as melhorias realizadas tanto no motor térmico como no elétrico, dando como resultado destacados 490 cv de potência e um torque máximo de 890 Nm. Cabe lembrar que as cifras originais eram de 374 cv e 570 Nm. Este incremento no rendimento foi conseguido com uma admissão otimizada, turbo compressores de maior tamanho e uma bateria com uma capacidade ampliada.

Por último, mas não menos importante, cabe citar as modificações realizadas no chassi. O preparador optou por substituir vários painéis de alumínio e plástico por outros de fibra de carbono, além de ter modificado a geometria da suspensão no eixo dianteiro com caídas negativas mais pronunciadas. Os amortecedores agora são assinados pela Bilstein e procedem do i8 utilizado na Fórmula E como Safety Car. Além disso, conta com inovadoras rodas que são calçadas por pneus de 280 mm na parte dianteira e 300 mm na traseira.

Confira as Fotos