09/06/2021 - BUGATTI CHIRON SUPER SPORT: 1.600 CV DE PURA EXCLUSIVIDADE

Em 2019 a Bugatti surpreendia a todos ao anunciar que o Bugatti Chiron Sport havia alcançado os 490 km/h em Ehra-Lessien (aqui). Tratava-se de uma versão muito modificada do Chiron, de modo que se decidiu lançar uma edição especial de 30 unidades com especificações de rua baseada neste protótipo. Agora, a marca francesa foi um passo além e apresenta o exclusivo Bugatti Chiron Super Sport. Trata-se de uma edição limitada que integra a maioria das modificações do veloz hiperesportivo.

Para conseguir encostar na barreira dos 500 km/h, a Bugatti prescindiu de luxos e grande parte do seu equipamento no Chiron Super Sport 300+. No entanto, com o novo Chiron Super Sport, a exclusividade volta à cena, combinando as especificações do Super Sport 300+ junto a todos os detalhes e acabamentos de luxo da marca.

Deste modo, os engenheiros conservaram a carroceria 25 cm alongada em comparação com o Bugatti Chiron padrão. Isso permite otimizar o fluxo de ar em altas velocidades, assim como as saídas de escape duplas em disposição vertical e o aerofólio traseiro ativo em múltiplas posições. O spoiler se retrai no modo de velocidade máxima sem comprometer a estabilidade do veículo graças à seção de cauda estendida.

As telas de ventilação circulares nos para-lamas dianteiros inspiradas no Bugatti EB-110 (assim como o sistema de escape), são herdadas do 300+. O mesmo não ocorre com as rodas de alumínio de cinco raios em desenho em Y, que são exclusivas do novo Bugatti Chiron Super Sport. Estão, por sua vez, calçadas com os únicos pneus capazes de suportar velocidades de até 500 km/h e que foram feitos na medida, os Michelin Pilot Sport Cup 2.

O interior, enquanto isso, foi adaptado diretamente do Chiron padrão. Encontramos couro de primeiro nível, materiais de luxo e fibra de carbono. Os apoios de cabeça dos bancos dianteiros exibem o logo ‘Chiron Super Sport’ bordado.

Debaixo de sua pele se esconde o já conhecido motor W16 de 8.0 litros e quatro turbo compressores. Trata-se da mesma versão que impulsiona o 300+, com 1.600 cv de potência e 1.600 Nm de torque máximo. Está acoplado a uma transmissão automática de dupla embreagem e 7 velocidades que canaliza toda a energia a um sistema de tração total. Como curiosidade, o Chiron SS muda da sexta para a sétima marcha a 403 km/h.

Graças a uma redução de peso de 23 kg em comparação com o Chiron padrão, ao incremento de potência e às importantes mudanças realizadas na parte aerodinâmica, o Chiron Super Sport pode alcançar os 200 km/h em apenas 5.8 segundos, enquanto que os 300 km/h estão ao seu alcance em 12.1 segundos. De 0 a 400 km/h é até 7% mais rápido que o Chiron normal e sua velocidade máxima foi limitada eletronicamente a 440 km/h.

A Bugatti decidiu limitar a produção do Chiron SS, com um preço de 3.2 milhões de euros por unidade. A produção está prevista que inicie em breve e os primeiros exemplares chegarão aos clientes no começo de 2022.

Confira as Fotos