17/10/2020 - DACIA SPRING: O ELÉTRICO ACESSÍVEL QUE PROMETE REVOLUCIONAR O MERCADO

Já faz algum tempo que estamos seguindo a pista de um dos modelos que promete revolucionar o mercado dos carros elétricos. E quando a marca low-cost do grupo Renault anuncia que levará sua fórmula acessível a um veículo 100% elétrico a expectativa é ainda maior. E isso tornou-se realidade. O Dacia Spring foi apresentado oficialmente para converter-se em um dos elétricos destinados a revolucionar a mobilidade urbana.

Antecipado em sua versão concept e adiantado por alguns vazamentos, há poucas surpresas no que diz respeito ao design definitivo da carroceria daquele que será o veículo elétrico mais acessível do mercado. Em linhas gerais, estamos diante de um produto muito similar ao concept car que foi revelado no último mês de março. Trata-se de um urbano com ares de SUV que chegará aos concessionários, tal e como prometeu a marca, em 2021.

De fato, como se poderia imaginar, seu design não deixa de ser praticamente igual ao do Renault City K-ZE que a marca francesa comercializa na China, um urbano compacto do segmento A com estilo SUV de cinco portas medindo 3.73 metros de comprimento e com um interior de quatro lugares. Somente sua grade dianteira modificada ao estilo Dacia o diferenciam do seu irmão franco-chinês, especialmente daquela que foi sua versão conceitual.

De qualquer forma, a Dacia assegura que trabalhou cuidadosamente em seus novos faróis 100% LED divididos na parte superior que se funde com a grade à inferior, enquanto que na parte traseira as lanternas com o desenho habitual de quatro quadrados passam a contar com um moderno desenho de duplo ‘Y’. Um desenho para os grupos ópticos dianteiros e traseiros que, segundo a Dacia, farão parte da senha de identidade dos futuros modelos da marca romena. Inclusive este modelo de produção conserva os toques de laranja do concept se optar-se pelo denominado pacote Orange, que lhe dá um estilo muito mais jovem e urbano.

Em relação ao interior, a Dacia continua apostando por um design muito conservador e espartano, similar ao de outros modelos da marca já existentes, onde prima pela simplicidade. No entanto, o Spring não renuncia a uma tela táctil de 7.0 polegadas para o sistema multimídia (compatível com Apple CarPlay e Android Auto) e um quadro de instrumentos parcialmente digital com uma tela de 3.5 polegadas. No total, dentro do Spring há espaço para quatro adultos em quatro lugares reais, mais uma área central talvez muito compacta para um quinto ocupante adulto.

Mas a grande reinvindicação deste modelo é precisamente o seu powertrain elétrico, composto por um motor elétrico de 33 kW (44 cv) e 125 Nm de torque máximo, alimentado por uma bateria de íons de lítio de 26.8 kWh. Com esta mecânica o Spring é capaz de alcançar uma velocidade máxima de 125 km/h e sobretudo oferecer uma autonomia de 225 km, de acordo com o ciclo WLTP, que cresce até os 295 km se falamos de um consumo no âmbito urbano. Uma faixa para a qual será muito útil o botão ECO, que limitará a potência em 23 kW (31 cv) para favorecer a eficiência em até 10%. Para carregar suas baterias se pode recorrer a uma tomada doméstica ou a um ponto de carga de até 30 kW, e seu processo poderá ser controlado à distância através do aplicativo MY Dacia.

O Dacia Spring Electric chegará aos concessionários da marca na Europa no segundo trimestre de 2021. A Dacia ainda não informou o mais importante de tudo: um preço que se seguir a filosofia atual da marca - tudo parece indicar que custará menos de 15.000 euros - deverá torná-lo um dos elétricos mais acessíveis à venda, perfeito para aproximar todo o público à mobilidade elétrica. Na verdade, a Renault planeja dar diferentes enfoques a este modelo, não só como veículo particular, mas também como carro compartilhado dentro do seu serviço de carsharing Zity e inclusive como modelo para transporte de mercadorias.

Confira as Fotos