17/10/2020 - DODGE DURANGO SRT HELLCAT BY HENNESSEY: OVERDOSE IRRACIONAL POTÊNCIA

A Dodge fala do seu novo Durango SRT Hellcat 2021 como um SUV musculoso para pessoas amantes dos muscle cars, e não é para menos, já que é capaz de encarar inclusive o potente Jeep Grand Cherokee Trackhawk. O Durango se une assim aos Challenger e Charger SRT Hellcat como o SUV mais poderoso da história.

O modelo é impulsionado por um motor HEMI Hellcat V8 de 6.2 litros sobrealimentado que oferece incríveis 710 cv de potência e 874 Nm de torque, brutais cifras que permitem ao Durango SRT Hellcat acelerar de 0 a 100 km/h em 3.5 segundos e alcançar os 290 km/h, assim como completar o quarto de milha em apenas 11.5 segundos.

No entanto, quando nos referimos à Hennessey Performance falamos de desempenho selvagem, de potência máxima e de velocidade máxima, de modo que a equipe do especialista americano quis ir um passo além, como já fez na ocasião com o Dodge Challenger Demon e outros tantos modelos americanos.

Se existe algo que caracteriza este preparador localizado em Sealy, no estado do Texas, são as overdoses irracionais de potência e sua última criação não seria diferente. O mais recente projeto da empresa mostra o que será um dos Dodge Durango SRT Hellcat mais potentes sobre a face da Terra, que está equipado com o pacote HPE1000 Twin Turbo da Hennessey.

O Dodge Durango SRT Hellcat by Hennessey recebeu inúmeras melhorias em sua mecânica V8 de 6.2 litros, como a instalação de um supercharger de 2.65 litros, diversas atualizações e reforços na transmissão, catalisadores de alto rendimento, novos pistões, bielas e virabrequim, além de um coletor de admissão personalizado, para dar alguns exemplos.

Por outra parte, os ajustes do chassi incluem um eixo de transmissão de alumínio de uma só peça personalizado, uma suspensão traseira reforçada, um sistema de escape esportivo e eixos reforçados, entre outros. Segundo afirma a empresa, seu Dodge Durango SRT Hellcat HPE1000 Twin Turbo é capaz de produzir até 1.026 cv a 6.500 rpm e 1.314 Nm de torque a 4.200 rpm.

Estas cifras são possíveis somente quando se utiliza combustível de competição. O preparador afirma ainda que o sprint de 0 a 100 km/h se reduz a 2.8 segundos e que é capaz de completar o quarto de milha em 10.8 segundos a 203 km/h. O trabalho da Hennessey inclui um ano de garantia ou 12.000 milhas e testes em estrada de até 200 milhas.

Confira as Fotos