11/09/2019 - FERRARI F8 SPIDER: CHEGA A VERSÃO SEM TETO DO ESPORTIVO ITALIANO

A versão sem teto do F8 Tributo acaba de ser apresentada pela casa de Maranello e passa diretamente a ser um dos conversíveis mais esportivos e impressionantes atualmente no mercado. Encarrega-se de substituir o F488 Spider, ao qual supera em tudo. Mas não chega a ser tão radical como o F488 Pista Spider, claro. Sua missão é ser tão esportivo como confortável, segundo a vontade do condutor.

O motor do Ferrari F8 Spider é o que mais chama a atenção. Trata-se de um bloco dos quais restarão muito poucos no futuro. É o mesmo utilizado pelo F8 Tributo. Um propulsor V8 de 720 cv e até 770 Nm de torque máximo que tem uma potência específica de 185 cv por litro. Uma cifra impressionante. Além disso, a Ferrari tentou que suas sensações fossem de um motor aspirado, tanto é assim que os 720 cv são obtidos às 8.000 rpm.

Este propulsor, que acumulou numerosos prêmios nos últimos anos, se encontra montado em uma posição central longitudinal. Algo perfeito para maximizar o comportamento esportivo deste italiano. Em relação à transmissão, vai acoplado a uma caixa de câmbios automática de dupla embreagem e sete velocidades. É claro que a melodia que se escuta na aceleração é incrível.

Trata-se de um carro que chega carregado de tecnologia. No entanto, o mais importante é que o condutor desfrute ao volante. Isso é conseguido através de sistemas como o controle de deslizamento lateral SSC 6.1, o Adaptative Performance Launch que evita que as rodas patinem com a finalidade de obter a máxima eficiência, o Variable Torque Management, e o FDE+ ou Ferrari Dynamic Enhancer Plus. Além do modo de condução Race, destinado a espremer o carro no circuito.

Para terminar, o aspecto do Ferrari F8 Spider se destaca sobretudo por seu teto rígido retrátil. Em efeitos práticos é quase igual ao F8 Tributo, mas com a possibilidade de circular a céu aberto. Este teto demora 14 segundos para abrir/fechar e se trata de uma operação que pode ser feita circulando abaixo dos 45 km/h. Por dentro é um F8 Tributo com todas as leis: dispensa qualquer tela digital e se concentra no condutor, com todos os comandos orientados a ele.

Cabe destacar que mede somente 4.660 mm de comprimento, o que ajuda que seu peso seja ridículo para um veículo com estas características: 1.400 kg. Será graças a isso que conseguirá acelerar de 0 a 100 km/h em 2.9 segundos, de 0 a 200 km/h em 8.2 segundos e que atingirá uma velocidade máxima de 340 km/h.

Confira as Fotos