04/05/2021 - FORD CRIA NOVO CENTRO GLOBAL DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE BATERIAS PARA CARROS ELÉTRICOS

A Ford anunciou a criação de um novo centro global de excelência em baterias, o Ford Ion Park, em Michigan, nos EUA, para a pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e futura fabricação desses componentes.

“Estamos acelerando a produção de veículos elétricos em todo o mundo, à medida em que mais clientes experimentam e buscam as vantagens desses veículos com emissões zero”, disse Hau Thai-Tang, chefe de Operações e Plataforma de Produtos da Ford. “Investir em mais pesquisa e desenvolvimento de baterias nos ajudará a acelerar o processo para entregar veículos elétricos ainda melhores e com menor custo para os clientes ao longo do tempo”.

Usando a sua experiência de quase duas décadas em baterias, a empresa está reunindo um time multifuncional de 150 especialistas em desenvolvimento de tecnologia, pesquisa, fabricação, planejamento, compras, qualidade e finanças para desenvolver e fabricar mais rapidamente esses equipamentos.

O time do Ford Ion Park também vai explorar oportunidades de integração e inovação em toda a cadeia de valor - da mineração à reciclagem -, trabalhando com todas as equipes da Ford, incluindo especialistas do seu novo Laboratório de Teste e Benchmarking de Baterias e de serviço ao cliente, além dos principais fornecedores e parceiros.

“Estamos criando novas ferramentas e soluções para construir um futuro melhor, mais acessível e livre de carbono”, disse Thai-Tang. “Estamos modernizando o desenvolvimento e a manufatura de baterias da Ford para poder controlar melhor os custos e variáveis internamente e acelerar a sua produção em todo o mundo, com velocidade e qualidade”.

O time do Ford Ion Park já está sendo formado. No final do ano que vem, ele passará a contar com um laboratório de aprendizagem colaborativa para o desenvolvimento, teste e construção de células e baterias veiculares, que será inaugurado em Michigan, com um investimento de 185 milhões de dólares. A instalação terá 18.500 metros quadrados e será equipada para a produção piloto de eletrodos, células e matrizes. Contará também com tecnologia de ponta para testar novas técnicas de fabricação, designs e materiais, integrando verticalmente células e baterias.

O time do Ford Ion Park é liderado por Anand Sankaran, veterano há 30 anos na Ford, com décadas de experiência em baterias e eletrificação. Atual diretor de Engenharia de Sistemas Eletrificados da empresa, ele venceu o Prêmio Henry Ford de Tecnologia em 1999 por seu trabalho de eletrificação no Laboratório de Pesquisas da Ford e liderou a aplicação de inovações técnicas em veículos importantes, como o premiado Escape Hybrid original, o Mustang Mach-E e a F-150 Híbrida.

Sankaran também detém 32 patentes nos EUA em eletrônica de potência automotiva e tecnologias de veículos híbridos e é membro do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos.

“A jornada dos veículos elétricos modernos da Ford começou com o Escape Híbrido em 2004, o primeiro SUV híbrido do mundo, e continua até hoje - tudo inspirado no propósito de fornecer veículos sem concessões para um mundo melhor”, diz.

O time do Ford Ion Park vai otimizar as baterias para cada tipo de aplicação a partir da visão do cliente, sejam usuários urbanos, fãs de alto desempenho ou operadores de frotas comerciais.

Novo laboratório

O novo Laboratório de Teste e Benchmarking de Baterias da Ford, inaugurado no final do ano passado em Allen Park, Michigan, vai ajudar a testar e identificar rapidamente as células de bateria e químicas certas para abastecer a crescente linha de veículos elétricos da Ford.

“Embora alguns fabricantes de automóveis tenham feito suas apostas, vamos usar esse laboratório com a ajuda de parceiros e fornecedores para refinar nossas baterias para as necessidades de nossos veículos e clientes, explorando soluções de íons de lítio de nova geração, incluindo baterias de estado sólido”, disse Sankaran.

Fruto de um investimento de 100 milhões de dólares, esse laboratório de última geração tem mais de 17.000 metros quadrados e conta com 150 câmaras de teste para o desenvolvimento de células de bateria.

Ele abriga bancadas de teste e benchmarking para a validação de projetos de células de bateria, calibração de controles, desenvolvimento de conjuntos e pilotos com diferentes químicas. A equipe pode replicar o desempenho de baterias sob condições extremas de clima e de uso, acelerando a sua implementação em futuros veículos. Seus especialistas já analisaram mais de 150 diferentes tipos de células de bateria.

Avanço mundial

A Ford anunciou este ano o compromisso de investir pelo menos 22 bilhões de dólares até 2025 em veículos elétricos e conectados, com foco nos pontos fortes da marca e começando com versões elétricas de seus veículos mais populares.

Na América do Norte, o Ford Mustang Mach-E estreou com sucesso de vendas. A Ford Transit elétrica chega no final deste ano e a F-150 elétrica, em meados de 2022.

Na Europa, a Ford caminha para ter uma linha totalmente elétrica até 2030, incluindo 100% de veículos comerciais com emissões zero - elétricos ou híbridos plug-in - até 2024. A Ford também está investindo 1 bilhão de dólares em um novo centro de manufatura em Colônia, na Alemanha, para produzir um veículo elétrico de alto volume a partir de 2023.

Na China, a Ford vai produzir o Mustang Mach-E para os clientes locais ainda este ano. Também anunciou a criação de uma divisão de veículos elétricos com vendas diretas e uma rede que abrangerá 20 grandes cidades da China este ano. Realizou ainda uma parceria com a rede estatal de energia e a NIO para oferecer aos clientes o acesso a mais de 300.000 estações públicas de recarga, incluindo 160.000 de carregamento rápido, em mais de 340 cidades do país.

Experiência em eletrificação

A Ford tem uma participação ativa na pesquisa de baterias e veículos elétricos, que começou com Henry Ford e Thomas Edison. A empresa já registrou mais de 2.500 patentes de tecnologias de eletrificação nos EUA e tem outras 4.300 pendentes.

Desde 2004, a Ford já vendeu mais de 1 milhão de veículos elétricos, híbridos e híbridos plug-in e desenvolveu quatro gerações de baterias. Até o final deste ano, a empresa terá mais de 15 fábricas em todo o mundo voltadas à produção de veículos e sistemas elétricos de tração.

Confira as Fotos