27/11/2020 - LAMBORGHINI AVENTADOR 2022 ESTREARÁ COM UM MOTOR V12 HÍBRIDO E TRAÇÃO TOTAL ELÉTRICA

Já sabíamos que o futuro do Lamborghini Aventador estava garantido. Maurizio Reggiani, o chefe do departamento técnico da marca italiana, já havia apontado mais de uma vez o seu futuro no mercado, de modo que a nova geração já está programada para estrear no início de 2022.

Falta pouco mais de um ano pela frente para que os italianos apresentem a renovação para um autêntico monstro do asfalto e da tecnologia, que acumula 10 anos desde que foi apresentado e que se destacou pela implantação técnica de engenharia. Nos tempos de hoje, a questão já não é a regulagem do chassi, pois ninguém duvida da capacidade e experiência da Lamborghini para superar o nível de condução que oferece atualmente.

Embora algumas fontes tenham apontado mais de uma vez o desaparecimento do potente motor V12 ou a montagem de um sistema de sobrealimentação, sabíamos que as exigentes normas de emissões passavam obrigatoriamente pela hibridação, e assim confirmou Reggiani em mais de uma ocasião: “O V12 é uma parte integral da história da Lamborghini. No entanto, para cumprir com as leis de consumo de combustível e antipoluição, necessitamos de uma versão híbrida eletrificada. Não temos porque recorrer à turbo alimentação, a eletrificação ajudará o motor aspirado nas zonas onde tenha falhas, suportando a entrega especialmente em baixas rotações”.

Reggiani enfrenta desafios muito interessantes, e que somente os híbridos podem superar. Por um lado, para manter as cifras de emissões de CO2 sob controle e por outro, para estabelecer um novo nível de desempenho e de potência, porque superará os 800 cv.

O esportivo voltará a ser concebido com uma estrutura monocasco de fibra de carbono para manter o peso no nível mais baixo possível, e também contará com tração total elétrica, graças a um motor elétrico instalado no eixo dianteiro, uma solução que poupa peso consideravelmente e que funciona sob demanda, a solução que os italianos valorizam mais positivamente. Dificilmente veremos um Aventador híbrido plug-in, já que o sistema de carga acrescenta um grande peso ao conjunto, o que a marca italiana evitará a todo custo.

Confira as Fotos