25/03/2020 - PORSCHE CONFIRMA A CHEGADA DO MACAN ELÉTRICO PARA 2022

A nova estratégia de eletrificação da Porsche pisou no acelerador. A marca alemã já comercializa o Taycan, e muito em breve será apresentada a segunda versão de carroceria desse modelo que será comercializada em 2021, mas não serão os únicos a chegar.

Os planos contemplam a apresentação de novos híbridos plug-in e elétricos, na razão de um por ano - no mínimo - de modo que o desenvolvimento de modelos de mobilidade sustentável segue com o acelerador pisado ao fundo. Sabíamos que a segunda geração do Macan seria elétrica, mas embora a marca já tivesse assinalado isso antes, faltava uma confirmação expressa.

E isso aconteceu na reunião anual dos acionistas, onde foram apresentadas as contas e os resultados financeiros. A empresa segue escalando posições e melhorando os resultados, com vendas que aumentaram em 10% com relação ao período anterior, e foram destacadas algumas novidades que contribuirão nos próximos anos para conseguir seus novos objetivos de vendas, incluindo-se aí o Macan elétrico.

Previsto para estrear em 2022, o futuro novo modelo será o primeiro do fabricante de Zuffenhausen a estrear a nova plataforma especial de carros elétricos Premium conhecida como PPE, com uma estrutura de chassi monopatim e com o espaço entre os eixos para acomodar grandes pacotes de baterias que, com uma só carga poderão oferecer autonomias máximas de 700 quilômetros.

Os responsáveis da empresa destinaram um investimento de nada menos que 600 milhões de euros na linha de produção atual do Macan, que será adaptada para que da mesma linha possam sair as unidades do novo SUV elétrico e as da primeira geração do modelo, já que conviverão até 2024. O que se pode dizer é que a arquitetura de software será um desenvolvimento próprio e o powertrain também, à altura do Macan atual.