04/03/2021 - ÚNICO SHELBY COBRA DAYTONA QUE PERTENCEU A CARROLL SHELBY ESTÁ À VENDA

Nas últimas semanas surgiram à venda várias peças de muito destaque relacionadas com Carroll Shelby. Em dezembro do ano passado mostramos o único exemplar fabricado do Dodge Viper GTS CS (CS de Carroll Shelby), um projeto realizado em colaboração com o piloto texano que teve que ser cancelado devido ao seu estado de saúde, deixando um único exemplar como lembrança do projeto. Depois dele foram anunciados os leilões do Shelby Cobra 427 #CSX3178 e do Shelby Cobra 427 #CSX3318, sem esquecer do Shelby Cobra 427 Super Snake #CSX3015, o único exemplar sobrevivente desta brutal versão sobrealimentada do Cobra S/C 427.

Todos estes carros tinham uma única coisa em comum, haviam sido unidades de uso pessoal e propriedade do próprio Carroll Shelby. O que no mundo dos leilões nos Estados Unidos só pode significar uma coisa: cotação mais alta. Algo que ficou patente com os lances milionários dos exemplares que já foram leiloados.

O exemplar que aparece nas imagens é ainda mais especial e raro que os anteriores, embora não seja exatamente o que parece, pois apesar de que se trata de um exemplar original não corresponde a um dos 6 chassis do Shelby Cobra Daytona. A versão mais mítica desse projeto e um dos esportivos americanos mais valiosos da história.

Esta unidade conta com o número de chassi #CSX2469 e nasceu realmente como um Shelby roadster convencional, mas foi modificado para as especificações Cobra Daytona a pedido do próprio Carroll Shelby, proprietário do veículo durante anos.

A configuração do modelo é idêntica à dos exemplares Daytona originais que foram criados para competir com o Ferrari F250 GTO no Campeonato Mundial de Construtores e em Le Mans. O motivo que levou Carroll Shelby a criar esta versão fechada do Cobra é muito simples, conseguir uma versão mais aerodinâmica capaz de superar as velocidades que alcançava o F250 GTO na enorme reta de Hunaudières em Le Mans. Naqueles anos, Les Hunaudières era realmente uma reta completa, sem as chicanas que foram adicionadas anos mais tarde para desacelerar os Sport Prototipos, onde os mais afilados modelos de Enzo Ferrari conseguiam ser mais velozes que os Cobra americanos.

No entanto, esta unidade não chegou a competir como tal, pois ao ser fabricada anos mais tarde teve que se conformar em ser uma vitrine de valor histórico que passeava pelos festivais e competições de clássicos mais exclusivos, como Monterey e Goodwood, e com pilotos do porte de Phil Hill, Derek Bell e Brian Redman.

Os Shelby Cobra Daytona conseguiram vencer os GTO em inúmeras provas internacionais, alcançando inclusive o título de construtores em 1965, mas nunca chegaram a ganhar em sua categoria nas 24 Horas de Le Mans.

Os exemplares originais do Cobra Daytona são os mais caros de toda a produção do modelo, com exceção feita ao primeiro Cobra fabricado, o célebre Shelby Cobra #CSX2000 que alcançou 13.75 milhões de dólares nos leilões de Pebble Beach em 2016.

Este exemplar do Daytona não costuma estar incluído no conjunto dos 6 Daytona originais, mas tem o status de ter sido fabricado pela Shelby American e, além disso, a pedido do próprio fundador da empresa. Seu vendedor e proprietário atual o comprou diretamente de Carroll Shelby há alguns anos e conseguiu mantê-lo em perfeito estado de conservação até o dia de hoje.

Confira as Fotos