18/09/2019 - VOLKSWAGEN GOLF COUNTRY: UM CROSSOVER 4X4 E À FRENTE DO SEU TEMPO

Atualmente os crossovers são algo extremamente comum, carros como um hatchback ou inclusive sedans e peruas com suspensões elevadas para oferecer mais comodidade e a possibilidade de sair do asfalto para entrar em caminhos ligeiramente acidentados, ou pelo simples fato de parecer uma pick-up. No entanto, nos anos 90 do século passado a ideia não era a mais atrativa e ainda assim houve quem decidisse explorar esse terreno. Uma das marcas que seguiu esse caminho foi a Volkswagen com o Golf Country.

O Volkswagen Golf é um dos carros mais populares fabricados no mundo e foi concebido nos anos 70 como o substituto do Type 1 - Fusca, Beetle, Sedan, etc. Nos últimos anos de sua segunda geração a Volkswagen já tinha experiência em dar tração nas quatro rodas ao Golf, graças ao Golf Syncro e seus desenvolvimentos para uma versão de rally que deu lugar ao famoso Golf Rallye.

Essa versão inspirou a alguns dentro da equipe de desenvolvimento, que na forma de exercício, prepararam um Golf com suspensão elevada e o sistema de tração Syncro da Steyr-Daimler-Puch, que funcionava através de um diferencial de acoplamento viscoso que em condições de condução normal envia mais de 90% da tração à frente, mas quando detecta uma perda de aderência, pode canalizar até 50% da força ao eixo traseiro.

Com este sistema, a suspensão elevada em cerca de 180 mm, protetores nas partes baixas para vários componentes, rodas de maior aderência e até roda sobressalente externa, nascia o Volkswagen Golf Country. Foi apresentado ao público pela primeira vez no Salão de Genebra de 1989 e para surpresa da Volkswagen, tanto a imprensa especializada, como o público, mostraram um grande interesse, o que os motivou a colocá-lo em produção de imediato.

Os modelos destinados ao público chegaram já em 1990. Debaixo do capô levavam um motor de quatro cilindros e 1.8 litros com cerca de 99 cv e uma transmissão manual de cinco velocidades. Também existiram algumas versões a diesel.

As preparações deste Golf eram suficientes para que se enfrentasse os climas gelados e caminhos nevados de algumas regiões da Europa. Além disso, podia sair do asfalto e enfrentar rotas off-road de baixa dificuldade, lugares onde definitivamente um Golf Syncro comum não chegaria. Embora não fosse tão longe como um Jeep ou um Land Rover, fornecia o essencial para divertir-se fora da estrada.

Do Golf Country houveram várias versões, algumas com interiores mais luxuosos, outros com um visual mais aventureiro ao acrescentar protetores frontais e outros detalhes. No entanto, o preço elevado por acrescentar o sistema Syncro, que a Volkswagen continuava batalhando para buscar uma forma de torná-lo mais acessível, fizeram com que as vendas do Country não fossem tão elevadas, embora fossem planejadas poucas unidades. No total foram vendidas 7.735 unidades quando sua produção terminou um ano depois em 1991.

O Golf Country foi um dos primeiros crossovers quando a ideia desse tipo de veículos ainda era incomum. Se adiantou por vários anos a um segmento que cresce como espuma atualmente.

Confira as Fotos