BITTER

O ex-piloto de corridas Erich Bitter, no final de sua trajetória esportiva nos anos 60, tornou-se o importador para a Alemanha de marcas como a Abarth e a Intermeccanica.

Erich Bitter teve certas discrepâncias com a Intermeccanica em relação aos critérios de qualidade da empresa que envolvia seu modelo Indra (o sucessor do Intermeccanica Italia). O Intermeccanica Indra era baseado na mecânica do Opel Diplomat.

Essas diferenças levaram à ruptura das relações entre o importador Bitter e o fabricante Intermeccanica. Essa circunstância fez com que 1971, Bitter fundasse uma pequena empresa - a Bitter Automobile KG - com o objetivo de fabricar seu próprio automóvel.

Em setembro de 1973, Bitter apresentou em sua pequena fábrica de Schwelm, seu primeiro modelo, o Bitter CD, um esportivo de luxo sobre a base do Opel Diplomat. O novo modelo era equipado com uma elegante carroceria 2+2 tipo coupe, projetada por Baur e com o chassi encurtado. O motor, um V8 de 5.4 litros e procedência Chevrolet, proporcionava um bom desempenho esportivo e lhe permitia alcançar uma velocidade de 220 Km/h.

Entre 1973 e 1978 foram produzidas 390 unidades do CD sem o emblema da Opel, embora fossem comercializadas através dos concessionários da marca.

Em março de 1979 foi apresentado o Bitter Blazer, uma versão de luxo do Chevrolet Blazer. O Bitter Blazer, equipado com um motor V8, podia alcançar os 165 Km/h. No entanto, o Bitter Blazer não passou da fase de veículo conceito.

Depois do desaparecimento do Opel Diplomat, a Bitter planejou a fabricação de um modelo com uma mecânica mais moderna. O resultado foi o SC, um novo coupe que foi apresentado no Salão de Frankfurt, em setembro de 1979. O modelo era equipado com o motor do Opel Monza.

Em setembro de 1981 surgiu o SC Cabriolet, e em setembro de 1984 também foi apresentada uma versão sedan de 4 portas.

Houve também um projeto para a fabricação de um SC Roadster Rally, que não chegou a ser produzido, e que não superou a fase de protótipo. Entre 1979 e 1986, a Bitter produziu por volta de 450 unidades do SC.

Para substituir a linha SC, a Bitter apresentou os denominados “Type 3” cuja linha inicial era composta por um Roadster e um Coupe. Esses modelos eram equipados com a mecânica do Opel Omega. Mais tarde foi apresentado um Type 3 Berline de 4 portas.

No Salão de Frankfurt de 1991, a Bitter apresentou o Coupe Tasco Concept com motor central.

Em 2005, foi apresentado o Bitter Horsepower, que era equipado com um motor V8 produzindo 400 cv. O Horsepower era um coupe de grandes dimensiones (4,90 m) com um interior de luxo e um desempenho digno dos melhores GTs.

Em 2009, a Bitter apresentou o Vero Sport, um sedan baseado no Holden Statesman. O Vero Sport era oferecido com motores de 6 cilindros e 3.6 litros produzindo 265 cv, ou com motores V8 de 6.0 litros produzindo 367 cv, 550 cv ou 600 cv com turbo.

A Bitter Automobile GmbH continua produzindo o Horsepower e o Vero na cidade de Ennepetal, na Alemanha.

Carros Relacionados