05/09/2019 - BUGATTI CHIRON SPORT ALCANÇA OS 490 KM/H EM EHRA-LESSIEN

Este provavelmente seja o momento que todos estivemos esperando desde que a marca apresentou de maneira oficial o Bugatti Chiron. Desde então, muitos foram os rumores de que a Bugatti não estaria interessada na velocidade máxima do seu novo hiperesportivo e que deixaria de mostrar a todos qual é o verdadeiro rendimento de sua última criatura. Agora, o Bugatti Chiron Sport alcançou os 490 km/h em Ehra-Lessien, o famoso circuito alemão de velocidade do Grupo Volkswagen.

O teste de velocidade máxima do Bugatti Chiron Sport foi realizado faz agora pouco mais de um mês, no último dia 2 de agosto, com Andy Wallace ao volante. O registro foi verificado pela Associação de Inspeção Técnica da Alemanha (TÜV), o que significa que a prova recorde foi confirmada oficialmente.

Como se pode apreciar nas imagens, este não é um Chiron Sport convencional. Para tentar obter a potência máxima do seu poderoso motor, a Bugatti se associou com Dallara e Michelin para criar uma versão modificada que lhe permitisse superar a barreira das 300 mph (482 km/h). Segundo informa o pessoal da Top Gear, os engenheiros estiveram trabalhando no motor W16 durante os últimos seis meses, e o resultado foi mais que suficiente para superar a velocidade objetivo.

O Bugatti Chiron Sport do recorde é 25 cm mais longo que a unidade original graças a uma carroceria extremamente aerodinâmica. Foi eliminado o aerofólio ativo traseiro que atua como freio de ar, deixando lugar a uma parte traseira carenada que permite reduzir a resistência aerodinâmica. Outra mudança foi a instalação de uma altura de condução controlada por laser que permite que a suspensão ajustável automaticamente reduza ainda mais a resistência aerodinâmica.

O sistema de escape também foi redesenhado, com uma terminação muito similar à que apresenta o Bugatti Centodieci. Os engenheiros decidiram mover os gases de escape para reduzir o impacto que as emissões têm na resistência aerodinâmica, fazendo com que o escape dispare os gases o mais longe possível da parte traseira do veículo. Assim como o modelo que presta tributo ao EB-110, o Chiron Sport conta com um motor W16 de 8.0 litros e quatro turbos com 1.600 cv de potência, que são enviados às quatro rodas através de uma transmissão Ricardo de dupla embreagem e sete velocidades.

No interior, a Bugatti instalou um banco de segurança para o piloto e uma jaula anticapotamento completa, assim como uma série de medidas para economizar peso. Em relação ao design exterior, acredita-se que as linhas laranja servem de conexão com o seu antecessor natural, o Bugatti Veyron Super Sport, que também mostrava essa decoração em preto e laranja.

No vídeo é possível ver como este exemplar do Chiron Sport modificado alcança as 304.773 mph (490.484 km/h). Esta unidade está catalogada como ‘protótipo de produção próxima’, o que não o torna oficialmente um carro de produção. Deste modo, os 490 km/h não servirão para superar o recorde atual de um carro de produção, estabelecido pelo Koenigsegg Agera RS em 2017 com 447 km/h. No entanto, pode ser interpretado como um soco na mesa dado pela Bugatti, demonstrando que tem potencial para criar um carro capaz de alcançar a mágica barreira dos 500 km/h.

Confira as Fotos