05/02/2021 - NISSAN PATHFINDER 2022: MAIS EQUIPAMENTO DE SEGURANÇA E UM VISUAL MAIS OUSADO

A Nissan tem meses e anos muito ocupados pela frente devido à grande reestruturação da empresa e sua atualização de modelos, especialmente nos SUVs que são seus pilares atualmente. O Nissan Pathfinder 2022 é o mais recente deles a receber uma nova geração que tanto lhe fazia falta para enfrentar uma onda de novos rivais que inundaram o segmento no mundo. Agora se apresenta mais tecnológico, refinado e conectado do que nunca. Mas já não usará uma transmissão CVT.

Para a nova geração a Nissan decidiu ir um passo além em sua nova linguagem de design, por sua vez, tomou um detalhe que faz um aceno ao Pathfinder original que se baseava em um chassi tipo escada. O Pathfinder 2022 mantém a distância entre os eixos, mas cresce no comprimento em 3.8 cm, 1.5 cm na largura e 1.2 cm na altura.

Na frente conta com faróis LED de série e as luzes de condução diurna são separadas das unidades principais, uma tendência muito marcada em alguns fabricantes asiáticos hoje em dia. A grade mantém o design V Motion da marca, mas com maiores dimensões, e na parte mais alta da mesma foram adicionados três orifícios retangulares que prestam homenagem ao Pathfinder original.

As laterais são preenchidas com linhas de expressão, novos desenhos de rodas e a opção de solicitá-lo com um teto na cor preto para contrastar, esse contraste também chega aos pilares A,B e parcialmente ao C.

A parte traseira se apresenta um pouco mais limpa com lanternas alongadas e traços mais suaves. Em geral também há detalhes como um contraste de tom prata para oferecer um visual mais aventureiro, mas também haverá alguns opcionais que ajudarão a dar-lhe um aspecto ainda mais campeiro.

Além de mudar completamente seu design exterior, o interior do Pathfinder 2022 se veste com novas formas, mais tecnologia, mais comodidade e uma melhora na qualidade dos materiais para recuperar o terreno que o tempo foi tirando.

De acordo com a versão, no interior surge uma tela táctil de 8.0 ou 9.0 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, navegação e até serviços conectados. Também haverá um quadro de instrumentos digital de 12.3 polegadas, Head-Up Display de 10.8 polegadas, sistema de áudio Bose, bancos com ajuste elétrico e aquecimento, carregador sem fios para smartphones, teto panorâmico, entre outras coisas.

Cabe esclarecer que o Pathfinder foi projetado para contar exclusivamente com três filas de bancos, que em suas versões mais acessíveis contará com dois bancos traseiros elevando a capacidade de passageiros a oito, enquanto que as versões mais completas poderão optar por bancos tipo poltrona para a segunda fila, limitando de novo a sete passageiros, pois a terceira fila acrescenta agora um cinto de segurança a mais.

As mudanças nas dimensões permitiram que no porta-malas possam caber mais coisas ainda que com os bancos em sua posição comum, falamos de uma leve melhora de 11 litros aproximadamente.

Ultimamente a Nissan está dando uma grande ênfase para as assistências à segurança e o Pathfinder não é exceção. De acordo com a versão haverá o Nissan Safety Shield 360 com elementos como frenagem autônoma de emergência, alerta de ponto cego, manutenção de faixa com centralização, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, e incluso capacidade de identificar curvas e engarrafamentos próximos via navegação, para frear o carro por sua conta antes de entrar em uma curva perigosa o detê-lo com mais antecedência no caso de acidente ou bloqueio na via mais adiante.

Debaixo do capô do Nissan Pathfinder continua o motor aspirado V6 de 3.5 litros com 288 cv e 351 Nm de torque que já era conhecido. Agora, o que realmente é importante é que finalmente se livram da transmissão CVT em favor de uma caixa automática com conversor de torque tradicional de 9 velocidades fabricada pela ZF. Com essa transmissão asseguram um melhor manejo, resposta e durabilidade do componente.

Além disso, a Nissan afirma que seja com tração dianteira ou AWD, terá uma capacidade de reboque de até 2.721 kg (6.000 libras), a maior capacidade entre seus rivais com motor V6 ou de 4 cilindros turbo.

Suas vendas nos Estados Unidos terão início em meados deste ano, de modo será oferecido em outros mercados mais próximo do final de 2021 ou talvez início de 2022, para tratar de recuperar mercado em relação aos KIA Sorento, Hyundai Santa Fe, Toyota Highlander e companhia.

Confira as Fotos