2021 - FORD MUSTANG MACH 1

A nova geração do Ford Mustang Mach 1 já é oficial. A marca divulgou hoje todas as suas imagens e revelou as especificações da nova versão aspirada do Mustang V8 que irá coroar a linha do esportivo americano. Esta nova versão substituirá a partir do modelo 2021 ao Ford Mustang Bullitt, que apesar de ter nascido com caráter de edição limitada se manteve mais tempo que o previsto no mercado.

Embora possamos dizer que o novo Mach 1 seja uma espécie de evolução do Mustang Bullitt, a verdade é que esta nova versão conta com caráter e estilo próprios, além de certa relação com a linha Shelby. Pois muitos de seus novos elementos técnicos procedem precisamente das versões Shelby GT350 e Shelby GT500.

Esteticamente surge um Ford Mustang bastante musculoso e que dispõe de novos elementos estéticos. Como é o caso da frente, que conta com um para-choque fortemente modificado, com novas entradas de ar na parte inferior e uma grade com espaços circulares, um aceno ao Mustang Mach 1 1969 original. Na traseira surge um agressivo difusor e quatro enormes saídas de escape, tomados diretamente do brutal Shelby GT500. Além de um pequeno spoiler fixo sobre o porta-malas e novas rodas de 5 raios e 19 polegadas de duplo tom, inspiradas nas rodas clássicas Magnum 500.

Para aqueles que buscam uma imagem mais esportiva e agressiva, a Ford Performance oferece a possibilidade de montar um Handling Package opcional, que está disponível somente para a versão manual e conta com novas rodas de alumínio de 19 polegadas com um desenho moderno e mais largas que as de série, que são calçadas com pneus Michelin PS4. Esta opção conta com um splitter dianteiro muito pronunciado com aletas nas laterais, um grande aerofólio traseiro e gráficos em preto e laranja no capô e nas laterais.

A nível mecânico surge a última evolução do motor V8 Coyote de 5.0 litros aspirado do Mustang GT. Este bloco recebe elementos da linha Shelby, como é o caso do sistema de lubrificação, mas não supera a potência da última evolução do Mustang Bullitt. Esta cifra é precisamente uma das surpresas desta apresentação, pois os relatos anteriores se mostraram tremendamente exagerados no que diz respeito à potência do modelo, pois asseguravam que ele teria uma potência similar ou superior à do Shelby GT350.

No entanto, a verdade é que esta nova evolução conta com poucos cavalos a mais que o Mustang Bullitt 2018 original, mas a mesma do Bullitt 2020. O novo Ford Mustang Mach 1 entrega os mesmos 487 cv e 569 Nm de torque máximo que o V8 da última versão Bullitt comercializada nos Estados Unidos.

O que é novo no carro é a sua transmissão, pois o Mustang Mach 1 2021 herda a transmissão manual Tremec 3160 de 6 velocidades do Shelby GT350, além de contar com a habitual transmissão automática de 10 velocidades da marca.

Em termos de chassi também há muitas novidades, uma vez que o novo Mach 1 estreia um sistema de suspensão melhorado, com amortecedores magnéticos MagneRide recalibrados e novas barras estabilizadoras. Também dispõe de um sistema de freios Brembo com pinças vermelhas (provavelmente herança do Bullitt) e elementos do Performance Pack Level 2.

Em princípio, esta nova versão Mach 1 será um modelo global, mas por enquanto só foi anunciada para os mercados americano e canadense, onde chegará como versão de edição limitada a partir de março de 2021. Não se sabe ainda quantas unidades serão fabricadas nem por quanto tempo estará disponível, assim como tampouco a data de comercialização em outros mercados. Mas é evidente que ele chegou nos últimos compassos do ciclo de vida da sexta geração do Mustang, antes da chegada em 2022 do novo Ford Mustang VII.